Comprar na internet é seguro?

em Artigos • 5 minutos de leitura

Muita gente ainda tem muito medo de confiar dados como números de cartão de crédito em sites intermediários de pagamentos, receoso de que alguém possa descobrir e cometer algum crime contra o bolso alheio. Será que é realmente seguro fazer compras pela grande rede de computadores, a internet?

Bom, eu diria que se é ruim com eles, pior seria sem eles. Através de sites como MoIP e PayPal, nós temos mais segurança nas transações, ainda que isso não seja infalível. Se o vendedor não cumprir a promessa feita no momento da confirmação da compra, será mais fácil pedir reembolso ou cancelar o pagamento. Além disso, nem todos os seus dados são passados ao vendedor que recebe no máximo seu nome completo e endereço para a entrega da mercadoria. O dinheiro chega até ele depois de 14 dias para que você receba com segurança o produto e veja se ele é realmente aquilo que foi proposto.

Segurança na Internet

Os seus dados financeiros ficam restritos ao intermediário, que não repassa isso ao vendedor. Toda a transação de pagamento é feita num ambiente criptografado, fornecido pela empresa escolhida. Claro que isso se aplica a sites que não possuem cadastro direto com as administradoras de cartão, como pequenas lojas virtuais e sites como o eBay. Já aquelas empresas grandes que tem o tal cadastro, vai ficar a cargo da reputação da mesma. Elas demoram cerca de um mês para receber cada pagamento e você tem que digitar dados do seu cartão de crédito no formulário durante o processo de compra ou pagar via boleto.

Devido a concorrência e ao marketing boca a boca, o principal risco fica no computador do cliente. A página deve ter o endereço começado com HTTPS, que caso tenha um cadeado, indica que tudo está criptografado, diminuindo as chances das informações serem interceptadas. Quando falo que o maior risco fica aí no seu PC, me refiro a vírus como os keyloggers que registram toda informação digitada em seu teclado. Geralmente os grandes portais de compras não possuem teclados virtuais, como nos bancos, que impedem o salvamento dos dados inseridos.

Nesse caso, é essencial manter sempre um antivírus instalado e atualizado para diminuir as chances de ser dedurado pelo seu computador que se tornou um zumbi sem você saber. Mas os sites intermediários também pecam no quesito anteriormente comentado. Mesmo assim, as chances de algo assim lhe causarem algum mal são um tanto remotas, mas não são inexistentes. No geral, comprar pela internet é muito seguro, desde que você conheça o intermediário de pagamento e/ou o site onde pretende comprar. Sempre pesquise na internet sobre a loja pois sempre tem alguém que já comprou ou que conhece algum cliente e pode informar se os donos são honestos e se o produto chegou em bom estado. Pesquisar é sempre essencial.

Nunca insira dados sigilosos em páginas sem criptografia. Verifique se em algum local do seu navegador existe um cadeado fechado ou alguma coisa na barra de endereços que informe que a conexão é criptografada. Veja abaixo como isso é exibido nos principais navegadores.

Navegadores indicando conexão segura

O Safari é muito discreto na exibição de que a página é criptografada, apesar de que a versão 5 melhorou apenas um pouco. Quando o site possui um certificado que além de confirmar a identidade, ainda mostra o nome da empresa por trás dele, como no caso do PayPal, é exibido um cadeado escuro e o nome PayPal, Inc em verde logo do lado. Apesar de ter um pouco mais de destaque, não é muito fácil reparar nisso. Pior é quando o site apenas tem sua identidade confirmada, quando aparece somente um cadeado pequeno e escuro na barra de endereços.

Certificado do PayPal

Sites decentes nunca mostram seus dados pessoais por completo. Eles sempre cobrem parte de alguns dados como CPF e número do cartão. Bons exemplos são o Google Checkout e o próprio PayPal que mostram apenas parte ou o final de cada conjunto de números. Isso é feito para que caso alguém descubra a senha da sua conta, não possa fazer muita coisa com dados extremamente sigilosos. Então daí chegamos a uma outra questão muito importante sobre intermediários de pagamento: sua senha. Sempre crie senhas longas e difíceis de serem descobertas, pois aí você ganha mais pontos em direção ao objetivo de poder comprar com segurança na internet.

Agora com a chegada do PayPal e com o início a lentos passos das operações do Checkout no país, conseguimos mais facilidade para comprar em sites do exterior. É muito comum ver pessoas comprando bugigangas da China em sites como DealExtreme e FocalPrice. Eu sempre compro lá e tudo sempre chegou. Eu particularmente confio mais da FocalPrice pois tem um atendimento rápido, atencioso e que resolve (em inglês). Então se desejar comprar coisas de fora, aí estão dois bons sites.

Bom, espero que boa parte de suas dúvidas tenham sido solucionadas através deste que é um artigo-resposta a dúvida de Gislaine Rodrigues sobre segurança em compras na internet. Uma coisa é certa: as coisas andam tão boas que o mercado de compras online só vem crescendo e esse foi um dos principais motivos para a chegada oficial do PayPal ao país que está de olho nesse crescimento.

Então, sempre temos momentos ruins na vida, mas compras na internet a cada dia se tornam mais seguras, bastando seguir as dicas deste texto. Pode ver as postagens no blog do MoIP e conferir como anda quente o e-commerce. Então boa sorte e boas compras! Smiley de boca aberta

02/09/2010 às 19:30
Quer comentar esse artigo? Use as redes sociais!
Mencione o @BlogAmigoGeek ou comente em nossa fan page.
d181250ed3d9f841073eb538a90e21d3#########