Saiba a diferença entre conta corrente e poupança

em Dicas • 6 minutos de leitura

Procurando abrir sua primeira conta bancária? Então você deve ter dado de cara com essa dúvida na hora de escolher qual tipo você deve escolher. Conta corrente ou conta poupança? Qual a diferença entre elas? Qual tipo devo escolher? Tire suas dúvidas agora.

Conta Corrente

Este tipo de conta serve basicamente para o depósito de dinheiro. Através de uma conta assim você conta também com direito a talões de cheque, cartões de crédito, linhas de crédito, crédito pessoal, cheque especial, recebimento de salário, pagamento de contas e muito mais. Porém, os bancos geralmente cobram taxas de manutenção e caso você zere o saldo, pode acabar devendo a instituição no maior estilo conta-gostas: aos poucos.

Conta bancária - corrente ou poupança?

Você visualiza todas as operações recentes através de extrato e em geral os bancos incluem uma conta poupança integrada a conta corrente, permitindo que você tenha rendimentos transferindo dinheiro de uma para outra. Falando em transferir, você também pode fazer DOC e TED, além de envios para contas da mesma instituição com facilidade. Agora os bancos aos poucos estão lançando contas eletrônicas, como é o caso da Itaú iConta.

Nela, em especial, você pode fazer quantas transações desejar, quantos depósitos e saques quiser e manter qualquer quantia depositada sem taxas. Porém tem um detalhe importante: todo o atendimento deve ser realizado através de meios eletrônicos, como caixas eletrônicos, internet, smartphone e telefones. O atendimento com seres humanos é cobrado. A conta é totalmente gratuita se você não precisar de outro semelhante para te atender. Para saber mais, clique aqui.

O Bradesco, através de comunicação via Twitter, afirma que está preparando sua conta eletrônica e em breve deve dar mais informações na mídia. Os outros bancos também devem fazer o mesmo. Esta modalidade de conta foi aprovada pelo Banco Central visando popularizar o acesso dos brasileiros a conta corrente. Ainda falta, porém, uma maior divulgação na mídia pois boa parte das pessoas que conheço não sabem da existência dessas contas e acabam se rendendo as cadernetas de poupança, das quais falaremos mais adiante.

Contas Poupança

Este tipo de conta serve para investimento de risco baixíssimo. Você todo mês vê seu saldo crescendo, ainda que a passos minúsculos, com uma taxa de juros de 0,5% + taxa referencial que muda também com regularidade mensal. Você não tem direito a cartão de crédito, ficando apenas com o plástico na versão débito para movimentação da conta e também para comprar à vista em lojas que aceitem a bandeira do cartão, geralmente Visa Electron ou MasterCard Maestro.

Não há imposto de renda a ser cobrado neste tipo de conta. Você pode realizar depósitos qualquer dia do mês, mas em geral, os rendimentos são apenas contados na data de aniversário da conta, mensalmente. Outra coisa que você não pode é usar cheques. Basicamente, a conta poupança, também conhecida como caderneta de poupança, serve para guardar dinheiro a longo prazo e ter o saldo sempre em crescimento. Por isso, ela não tem todo o leque de recursos da conta corrente.

Qual delas escolher?

Baixa frequência

Se você não costuma depositar muito, não pretende ter cartão, cheques e nenhum outro recurso disponível em contas correntes, além de pensar no uso do dinheiro investido a longo prazo, já com os juros aplicados, a conta poupança é a sua escolha. Mas saiba que ela, pela sua natureza, é bem mais “limitada” que a corrente, mas é perfeita, por exemplo, para se criar quando você for ter um filho, para ter dinheiro durante a terceira idade e etc.

Nada de taxas nem agências

Se você não quer nem saber de taxas e não costuma visitar agências, contando sempre com a internet ou pelo menos caixas eletrônicos (assim como também telefone e smartphones), as contas eletrônicas são sua melhor opção. Elas tem todo o leque de recursos de uma conta corrente, menos o uso de cheques e não cobram taxas, permitem transações ilimitadas, mas não incluem o atendimento por humanos, somente eletrônico.

De quebra, se você quiser fazer seu dinheiro render, é possível ativar a conta poupança integrada e depositar dinheiro diretamente ou transferir da conta corrente. Você só vai precisar ir na agência abrir a conta. O resto é tudo feito por meios eletrônicos. Você ainda tem acesso a diversas linhas de crédito do banco para comprar carros, cheque especial e outros recursos que você só precisa usar quando quiser ou nem sequer contratar. Conheça o Itaú iConta já comentado aqui no blog.

O pacote completo

Se você precisa de cheques, cartões e atendimento do gerente e de outros seres humanos, não tem escolha além de abrir uma conta corrente padrão que cobram taxas e/ou mensalidades, mas você pode sempre ligar para seu gerente até no meio da noite. Se você é pessoa jurídica, essa conta também é sua única opção. Os bancos oferecem também atendimento personalizado e prioritário em agências especiais ou locais reservados em agências normais. Exemplos disso são o Bradesco Prime, o Itaú Uniclass e o Itaú Personnalité.

Como abrir conta via internet

Atualmente é impossível abrir contas sem o comparecimento em carne e osso na agência. Através dos sites dos bancos somente é possível, no máximo, descobrir qual a agência mais próxima e preencher um pré-cadastro para facilitar na hora da abertura quando você estiver presente no estabelecimento bancário. Até que o governo lance uma maneira de comprovar com máxima precisão que a pessoa entre o monitor e a cadeira é realmente você e não um farsante, é proibido por lei abrir conta bancária via internet.

Mas não se preocupe. Nos próximos anos, de forma gradual, o governo brasileiro estará liberando o RIC – Registro Único de Identidade Civil – que vai incluir diversos documentos em um único plástico com chip, o que provavelmente vai permitir tanto a abertura de contas como muitas outras facilidades, como votar via internet, por exemplo. Mas o cumprimento desses benefícios realmente só o tempo pode confirmar. Sabe como são nossos políticos…

Para finalizar, gostaria de dizer que este não é um artigo patrocinado e os bancos citados não tem ligação com o AmigoGeek, sendo citados apenas como exemplos e nada mais. Espero que esse artigo tenha esclarecido as suas dúvidas e se você encontrou algum erro no texto ou deseja acrescentar algo, basta comentar ou entrar em contato.

23/10/2011 às 21:46
Quer comentar esse artigo? Use as redes sociais!
Mencione o @BlogAmigoGeek ou comente em nossa fan page.
f46b35c56968ce7f07f7ae82cb409c6d|||||||||||||||